Com vírgulas e enigmas...


Se eu sonhar contigo
permita-me conhecer suas curvas existenciais
se eu sonhar com o teu amor...
permita-me ter férias, para comigo ficar
se eu sonhar que em nós.. há dois..
torna-te morada no meu peito
mas de um jeito sutil...
não permaneça à ponto de que eu me queira só
individualize e assim me ache
.
Dê-me espaço e assim me ganha
Dá-me aroma entre lacunas
Preciso de vácuo pra ser sugada
Não me faça um amor sem saídas
Não suporto ruas fechadas
Dê-me liberdade condicionada...
mas não me deixe voar entre quatro paredes
morreria, como uma borboleta querendo achar ar
.
Permita-me conhecer os dois enigmas de um casal
não me golpeie com tua ansiedade em me possuir
eu sou humana, essa questão é impossível
solte-me entre a poesia e a força
Preciso do romance e da pegada
Preciso da água e do fogo..
Mas só admiro do alto..como águia olhando um horizonte maior
não consigo ficar limitada, se me prendes os pés com grilhões
.
Tenho tantos defeitos que queria te mostrar..
Tenho tantas vírgulas, que não lês...passa reto na minha leitura..
Incondicional amor, só se tem quando se tateia as depressões do outro
Não camufle a princesa...
.

Comentários

Patrícia disse…
Passando apenas para dizer FELIZ DIA DO AMIGO!!!
Beijão
HSLO disse…
Perfeitoooooo.

Abraços

Hugo de Oliveira
Aline Lima disse…
ô blog bonito! =)
Sandra disse…
Ficou muito lindo este poema.
Maravilhoso.

Tem um lindo presente para vc. em curiosa e Blog Uma interação de amigos.
Passe lá e pegue se chapeu de seguidora.
Ficarei muito feliz com o presente que lhe dou.
Vc. é especial.
Sandra
muito bonito isso.
Gosto do modo que vc brinca com o fogo das tuas palavras.
Maurizio
Ana Lúcia Porto disse…
Adorei...!!
Beijos,
Ana Lúcia.
Ana Lúcia Porto disse…
Estou convidando você e os seus amigos para participarem do "Vou de coletivo!", idealizado pelo Murilo H. Abreu. Pelo meu site, se consegue chegar ao dele, para obterem maiores informações. A inscrição é dia 1.º, agora.
Beijos, adoraria se fizessem parte junto comigo...,
Ana Lúcia.
Alvaro Oliveira disse…
Olá Christi

Com virgulas e enigmas! mas que beleza nesta enigma! É lindo...
lindo...lindo.

Um beijo

Alvaro
Caio Martins disse…
Chris,

quem ama não prende, liberta e abre caminhos. Já a paixão quer o outro como um treco, um brinquedinho. É o que diz teu grito, aviso para que não se erre o itinerário. Pega na veia.

Forte abraço.

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..