Postagens

Chegada de longe..

Imagem
Chegada tensa..
A casa foi fechada por muito tempo..
os ares empoeiraram em tufos pelos móveis e paredes..
A pouca luz, deixou pouco a mostrar, mas deu um vislumbre que muita coisa ali tinha mudado ou não..
Chegada tímida..
meio sem saber como chegar, meio sem saber como fazer..
mas a casa não era minha ?
Chegada com as pontas dos pés..
saudosos
desejosos voltar.
As folhas do caderno ainda estão preenchidas com a mesma grafite..
com o mesmo cuidado que deixou.
Viajante que foi, não levou consigo o caderno
o amigo que o fazia fazer voar as palavras tão trancadas, quando a voz não saía
as letras falavam..as palavras gritavam..e a frase completava a liberdade sonhada..
Chegada de quem chega com ufa !
A casa, a vizinhança amigável, a relva, a brisa..
Então ta..pensei..vou me indo ali pegar a vassoura pra colocar a bagunça no lugar
Com um tempo, depois de ver as mudanças do bairro
vou perguntar pro Zé, pra Maria, pra Tati, pra Isa e tantos vizinhos
como anda esse tal de blogger..
Chegada …

Trilhos e pés descalços..

Imagem
A gente fala tanto de encontros..
Observo muitas pessoas postarem fotos parecidas com essa..

trilhos remetem distância, caminhos, estrada, viagem, pessoal..
Acho que é um dos maiores achados que temos nessa vida..
é exatamente o encontro com nós mesmos..
eu ainda to na busca diária..tem vezes que ficar sozinha com nós mesmos não é fácil..
a gente tem muito barulho ao redor ..dentro..fora..do nosso casulo humano..
quando a gente passa por fases, por idades, por saltos e sobressaltos..
quando a gente faz pessoas, filhos, amigos ..a gente vai construíndo nossa fortaleza..nossa tribo, nosso chão, nossa família e nossos ãos..são muitos ãos..
olhar pra trás e perguntar..hei psiu pessoa, ta se olhando, ta se escutando ?
os trilhos..
os pés descalços..
os sapatos pertinho dos pés..
vejo muito essas fotos..acredito que muitos sintam coisas parecidas com as quais eu sinto..
escrever em primeira pessoa é sempre um pouco de nudez
e olhar o seu próprio espelho cabe tão somente ao reflexo que você mesma consegu…

Pétalas de vida..

Imagem
São vivas as cores de suas pétalas
sob um sol que nutre a alma
que vivifica todo ar..

vejo tons e sobreponho tons em minha íris
contemplo um céu que faz moldura
de uma beleza que perdura..
Sinto o aroma de seu frescor
dos dias novos que me cercam
borboletas encantadas
flores miraculosas
de uma vontade única de re-aprender.. viver..

Balões de luz..

Imagem
Os movimentos eram educadores a estatura bem maior a forma de segurar para que não voassem.. era minha mas ao pensar que conduzia a alma pequenina segurou o vento para que eu pudesse ver.. fez uma curva na linha dos balões mágicos e me mostrou que a mente precisa ser criança pra verdadeiramente saber voar..

* "Nos dias de hoje, cada vez mais, acentua-se a necessidade de ser forte. Mas não há uma fórmula mágica que nos faça chegar à força sem que antes tenhamos provado a fraqueza."

Imagem
Treinei meus passos com a ajuda de outros braços.. as passadas eram inconstantes, tropeçava e caía o hábito de fazer o mesmo caminho.. acabava levando à inércia  Depois de um tempo não aguentava trilhar o mesmo rumo soltei meus braços de quem me segurava e fui indo.. caía, tropeçava, voltava ao mesmo caminho lá atrás.. mas continuava tentando firmar.. os tais dos passos pés muitas vezes inseguros, voltavam aos mesmos tombos.. a sola dos pés começavam a ficar mais firmes o relógio começava então a andar segundo o seu tempo.. a música passava a dançar no ritmo correto.. mas e aí, parou de tropeçar e cair ? precisou de braços novamente ? de braços precisamos sempre quando pensamos que estamos sós. e muitas das vezes transparentes são..do ajudador de nossas almas.. simplesmente somos tocados na ponta dos dedos.. os pés eles tem curvas e linhas muito pessoais.. se eu não caísse, eu não saberia o valor da firmeza se eu não tivesse tropeçado, eu não conheceria a humildade só sei que escrevo assim, no descal…

Sensações..

Imagem
Às vezes é preciso diminuir a barulheira,  parar de fazer perguntas, parar de imaginar respostas, aquietar um pouco a vida para simplesmente deixar o coração nos contar o que sabe. E ele conta. Com a calma e a clareza que tem. . Ana Jácomo..

Á vontade com pés no chão..

Imagem
Trilhos novos em sandálias coloridas..
em frente a palha que toca a sola do fino calçado,
sem pressa de chegar no seu destino,
sem destino como se fosse marcas de pontos finais, só vírgulas..
sem pressa de contemplar as pequenas curvas..
vestido florido de luz refletida,
sozinha comigo e assoviando uma canção jovem
sem os acordes certos..
somente uma música pra quem anda sem pressa de chegar..
quem saboreia as cores e os rostos a seguir..
Trilhos novos com pés no chão..