Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

Relógio de poeira e ar..

Imagem
Poeira no pé
ops..os sapatos querem correr a estrada
mas ainda como uma brincadeira de estátua..
ainda..o tiro de largada não foi dado..
os pés e a poeira estacionadas no ar..
ali..um pé suspenso no vai e o outro no fica
assim os pés aderem ao sábio momento da espera..
Poeira no pé
de quem ficou e quer ir
de quem ainda tem um motivo pra ficar e ainda assim quer ir
de quem precisa mudar cursos
subir montanhas
escalar muros
atravessar pontes
até tropessar novos tropeços..
num horizonte e numa vertical
parada entre pernas que sustentam um corpo
é dada a largada que não larga e que ao mesmo tempo anda..
o coração de quem precisa seguir
o coração sangrado e lavado
tem confusão maior que essa ?
a pior delas seria estacionar o velho tempo que não sabe morrer
o tempo é vivo
ele sacode a poeira
ele vence até a morte
ele vence dores..
um pé é minuto e o outro é a hora
eu sou o relógio da corrida
e a bandeira da vitória é simplesmente seguir..
um dia de cada vez..