Cartas perfumadas...


As palavras tão guardadas
Nestas cartas que me deste
De um passado que se foi
E ao tocar nas águas me recordo...
São relicários onde guardo num modo antigo
Teus sentimentos escritos
Quando a chama ainda acesa
Enaltecia nossos corações
Quando o fogo ora aceso
Contornava nossos horizontes com eternidade
As palavras que desfrutamos
Em olhares subliminares
Sim, recordo da sua letra,
Da forma que dava à elas;
Com traçados muito seus...
Particularidades
Da tua escrita e da tua caneta
Essas cartas bem guardadas dentro do peito
São um pouco da história que um dia vivemos..
O que se foi, e que sempre ficará,
Tem forma, tem selo, tem flores de saudades
.

Comentários

Denise disse…
Recordar...

Energia boa que traz pra perto o amo.
quero voltar por isso me fiz seguidora

carinho

Denise
As cartas são importantes documentos que retratam o passado, e que com o decorrer do tempo, devolvem-nos todos os seus conteudos retratados para o presente.

Perdoe-me pelas baboseiras. É que estive passeando, avistei teu espaço, invadi, gostei e não resisti.

Abraços,

Furtado.
Ernani Netto disse…
Guardar na lembranças as coisas boas, parece que quando lembramos até o cheiro volta...

Bjaum
Eu e a solidão disse…
Hum como é bom ler seus textos...


E lembrar...

Beijos!!
Érica disse…
As palavras. É impressionante o que elas fazem comigo, uma verdadeira ressaca que tenho delas.
Lindo poema.
Beijos e um ótimo final de semana.
Nani disse…
Medo!
As vezes esse recordar dói mais do que se tais lembranças estivessem esquecidas dentro daquela caixa de cartas no fundo do guarda-roupa!

Dói, pois são palavras maravilhosas, combinadas com uma pessoa maravilhosa, porém que hoje já não existe! (já nao é mais a pessoa daquelas cartas!... alguem indiferente!)
Karla Thayse disse…
Lindo tudo aqui...

Feliciade e paz,

Karla
Mahria disse…
Enquanto namorei meu marido, trocávamos cartas e cartões, a cada mês de aniversário. Guardo tudo numa caixa velha de sapato. Ás vezes eu evito olhá-las. São tantas as lembranças e alguns sonhos perdidos... Ainda assim gosto de tê-las guardadas. Um dia poderão ser usadas a meu favor no tribunal rsss (brincadeira).

Bjinhos Amore!
Tudo de bom
Caio Martins disse…
Gostei muito, Chris. Trouxe à lembrança muito papel que viajou pelo mundo, de cá para lá e vice-versa, alguns, até, pelos trilhos do "Ói o trem!", que faz sucesso no Boteco.

Beijos.

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Trilhos e pés descalços..

Balões de luz..