Certas coisas...


Não existiria som se não
Houvesse o silêncio
Não haveria luz se não
Fosse a escuridão
A vida é mesmo assim
Dia e noite, não e sim
.
Cada voz que canta amor
Não diz
Tudo que quer dizer
Tudo que cala
Fala mais
Alto ao coração
Silenciosamente
Eu te falo com paixão
.
Eu te amo calado
Como quem ouve uma sinfonia
De silêncio e de luz
Nós somos medo e desejo
Somos feito de silêncio e som
Tem certas coisas que eu não sei dizer
.
Zélia Duncan

Comentários

Mahria disse…
Amar Calada. Amar Só...
Platônica desde Sempre. Mas doi demais.

Amei a Música pareceu comigo.

Bjinhos!
Gusta Fernandes disse…
essa musica é linda!

a vida é mesmo assim, coisas ruins acontecem para no fim resultar coisas melhores.

beijos!
ellen disse…
Muito bonito este poema!
Bom fim de semana para si.
Beijinho

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..