Poesia que brota...

Quando o sol aparecer
Vamos unir nossas mãos
Fugir de nossas obrigações
Ao som de buzinas
Entre prédios e avenidas
Iremos passar correndo
E com todos brincando
Até encontrarmos a grama
Onde nos jogaremos
E ficaremos sorrindo
Até que a poesia brote
Dos meus olhos e dos teus
.
Cáh Morandi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..