Nueva de Renascimento...


Vou tacar fogo no corpo
fazer-me de novo
frente ao pó
.
Vou ser barro pro oleiro
Vou ser uva nos lagares
Vou ser mel na colméia
.
Quero jogar azeite
e de mim brotar aroma
.
Quero o Eu.
Aquele que esqueci de ler-me
Viva em poros fiquei
vou ser essência
numa brisa de renascimento...
.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Chegada de longe..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..