Lejos...


Essa cama do depois
Que muito medito no que vivi
Tão longe o meu olhar...
E tu nem sabes os motivos
.
Meu corpo que delicia-se
Nem contigo verdadeiramente estás
Essa cama do antes
E tu nem sabes os motivos
.
É semente de acasos
Os meus pensamentos longe...
Em outros ventos pousaram
E tu nem sabes os reais
Motivos...
.

Comentários

Ola Cristi,

Muito lindo o seu poema... Há alguém no silêncio sem perceber o que acontece logo ali, bem ao lado, não é mesmo?

Parabéns por um espaço tão lindamente construído...

Com apreço,

Whesley
Sempre lindos seus poemas.

Ótimo feriado pra vc.

beijooo.
Nesta cama, onde cobrimos o desejo e deixamos que os nossos corpos conversam sobre amor!
Lindo poema
Beijo doce
Olavo disse…
Uau!!belo mui belo.
Só os amantes sabem o real motivo..
Bjs
Envolvente e sedutor seu poema, gostei, e gostei da imagem que o acompanha, bem atraente.


Um Forte Abraço.
ellen disse…
Mas Christ!!!? de onde vem tão boa imaginação para os seus poemas...cada um mais empulgante que outro! adoro lê-los. Têm alma... só assim faz sentido né?

Bjinho

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..