Vício


A beleza
era um ofício
daquela rosa
tão bela.
Que ser bela
é como vício
do ofício
da primavera...
.
Beleza tanta
era um vício
daquela mulher
tão bela.
Que ser bela
é como o ofício
do vício
da primavera...
.
Tua beleza
até parece
o início
da primavera
de ser bela
só por vício
do ofício
de ser tão bela...
.
Afonso Estebanez

Comentários

HSLO disse…
Poema lindo demais...viu

te desejo um bom domingo.

Beijos
Véu de Maya disse…
lindíssimo poema...

boa noite

véu de maya

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Pétalas de vida..

Trilhos e pés descalços..