Dar é Dar...


Dar não é fazer amor.
Fazer amor é lindo, é sublime, é encantador, é esplêndido.
Mas dar é bom pra cacete.
Dar é aquela coisa que alguém te puxa os cabelos da nuca...
Te chama de nomes que eu não escreveria...
Não te vira com delicadeza...
Não sente vergonha de ritmos animais.
Dar é bom.
.
Melhor do que dar, só dar por dar.
Dar sem querer casar...
Sem querer apresentar pra mãe...
Sem querer dar o primeiro abraço no Ano Novo.
Dar porque o cara te esquenta a coluna vertebral...
Te amolece o gingado...
Te molha o instinto.
Dar porque a vida é estressante e dar relaxa.
Dar porque se você não der para ele hoje, vai dar amanhã, ou depois de amanhã.
Tem pessoas que você vai acabar dando, não tem jeito.
Dar sem esperar ouvir promessas, sem esperar ouvir carinhos, sem esperar ouvir futuro.
Dar é bom, na hora.
Durante um mês.
Para os mais desavisados, talvez anos.
Mas dar é dar demais e ficar vazio.
Dar é não ganhar.
.
É não ganhar um eu te amo baixinho perdido no meio do escuro.
É não ganhar uma mão no ombro quando o caos da cidade parece querer te abduzir.
É não ter alguém pra querer casar, para apresentar pra mãe,
pra dar o primeiro abraço de Ano Novo e pra falar: "Que que cê acha amor?".
É não ter companhia garantida para viajar.
É não ter para quem ligar quando recebe uma boa notícia.
Dar é não querer dormir encaixadinho...
É não ter alguém para ouvir seus dengos...
Mas dar é inevitável, dê mesmo, dê sempre, dê muito.
Mas dê mais ainda, muito mais do que qualquer coisa, uma chance ao amor.
Esse sim é o maior tesão.
Esse sim relaxa, cura o mau humor, ameniza todas as crises e faz você flutuar.
Experimente ser amado...
.
(Luiz Fernando Veríssimo)

Comentários

manzas disse…
No castelo
Das expressões,
Estas palavras
Sobrevoam
O mundo inteiro…
Acorrenta e entoam
Paz aos corações
E aqui
Ao lê-las…
Ficarei prisioneiro

Uma semana carregada
De saúde,
Paz…
E muito amor.

O eterno abraço…

-MANZAS-
Bem Resolvida disse…
eu amo muito

mas quando chega a vontade eu digo pra ele: quer dar! nada mais gostoso!!

:P
Crisenta disse…
otimo texto adoro o Luiz Fernando Verissimo.. Eu ainda so dou hehe, pois ainda não achei a quem amar e quem me ama...
beijos
A Lobba! disse…
Eu adoro este texto, postei ele lá no blog, deu muita polêmica...To numa fase ótima...dando...e amando!rsrs
Obrigada pela visita e pelo comentário, e muito obrigada pelo apoio! Lambidas da lobba!!
Bridget disse…
Dê mesmo, dê sempre...dê mto.
Adorei!!!
A Lobba! disse…
Cris,
É tão fácil de fazer, que até um anta cibernética como eu pude colocar lá no blog, tem de vários tamanhos e modelos(hum...sugestivo)rsrsrs!
Agora sem sacanagem, segue o link, espero que vc goste!!Fico feliz por colaborar!!Lambidas respeitosas da lobba!
Link para fazer slide:
http://www.slide.com/arrange?bc=0&fx=0&tt=0&sk=0&cy=bb&th=0&sc=0
J. Araújo disse…
Menina, quanta inspiração hein!! Este post é com certeza sem pudor. O que deu em vc? Acho que os leitores estão adorando. Vc toca em um tema que mexe nos dias atuais com a falta de compromisso dos envolvidos quanto o assunto é sexo pelo sexo. Sexo com certeza é uma das melhores coisas que pode acontecer entre o homem e a mulher. Mas acredito, que mesmo havendo amor pode, ocorrer sim, várias das situações que vc descreve. Acho que o importante em tudo isso é a satisação e a leveza com que os corpos ficam depois de 'dar' ou fazer AMOR.

Valeu o texto menina!
Parabéns!!!! mais uma vez

Bjão
Ps: aguardo vc lá
Momentos disse…
Dar sem receber...segredo de um momento partilhado como deve ser ;)
bjo

Postagens mais visitadas deste blog

Chegada de longe..

Trilhos e pés descalços..

Pétalas de vida..