Bondes que desço...

O Bonde que tenho direito na vida
Expressa a beleza de serem distraídos....os dias...
Eu tento chegar bem á fundo e tão raso
Mistério dos lados dos meus encantados
Meus dias...
.
Tenho tentando descer e subir longas ruas
Aprazerar-me com essas loucuras
Viver... Contente...Displicente
De bobeira vou sendo levado
De tristezas vou deixando pros lados
Vou em busca, em busca...
Das alegrias de bondes....
Da vida...
.
De tantos, lugares e cidades acolhidas
Eu vou viver...assim...contente...displicente....
Querendo chegar mais alto
Querendo sentir a brisa
Do vento....
Do bonde...
Displicente

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Pétalas de vida..

Trilhos e pés descalços..