Minha Caixinha...


Meu coração é uma caixinha mágica
perfumada e secreta
Seu segredo dos mais fechados
com códigos numéricos e letrados
a opção da chave
é mestra
a opção de abrir á qualquer custa
é zero
.
Meu coração é melindroso
pra não dizer sarcástico
escolhe para entrar quem ele quer...
Não me pergunta
Não me consulta
Apenas faz entrar
Seu pretendente
.
Tentei quebrar
Ele se fortalece mais
Tentei arrancar
Ele se fixa
Introniza
Forte és
Não posso com ele lutar...
.
Tem o símbolo vermelho
da vida
no sangue
no entorno da caixinha
rabiscos
de experiências dos que deixou
entrar...
Se deu bem...
Também já se deu mal...
Mas até que é sortudo no geral
.
Coração arrebatador
Caixinha de surpresas
O amor...
.
.

Comentários

Carlos Barros disse…
O coração sempre abre-se ao amor que acalma a si próprio e leva-nos à unidade de dois seres.

Teu poema é a mais pura verdade.
Abraços.
Serena Flor disse…
Que poema verdadeiro e lindo este...adorei!
Um grande beijo e ótimo dia pra você!
manzas disse…
Estar aqui presente
Sempre com palavras
Luzentes brilhantes…
É como flutuar
Em águas calmas
E no fundo ver diamantes

Um bom fim-de-semana
Inundado de paz…

O eterno abraço…
Crisenta disse…
que gracinha de poemaa !
adorooo ler o que vc escrevee..
beijos
Sentimental ♥ disse…
o coração é mesmo uma caixinha de surpresa...
beijos
Versos deliciosos repletos de amor e palavras sublimes.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/
Este comentário foi removido pelo autor.
"É conflito, é confissão
O meu blogue tigelouco:
Mas sou feliz, pois há pouco
Chris beijou-me o coração".
Chris disse…
Gente amiga blogueira, estou ainda sem net, imagino solucionar o problema da rede essa semana, quando retomar, farei as visitas, estou com saudades.
Bjs em todos

Com carinho

Chris
jessicadeverdade disse…
A pergunta é:
O que fazer com uma caixinha trancada?
tem presente pra vc lá no blog
té mais
Tem selinho da "Proximidade" la para vc.

beijooo.
O Profeta disse…
A terra dorme em sobressalto
Um grito brota da alma
Danço com esta bruma de Inverno
Rodopia em meu peito uma estranha calma

Águas despertas, Mar bravio
Cai sobre mim um nevoeiro perverso
Uma onda estende seu manto de espuma
Açoita as pedras adiando o regresso


Boa semana


Mágico beijo

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Pétalas de vida..

Trilhos e pés descalços..