Segundo Tempo de nós...


Te espero chegar novamente em minhas tardes
Nossa pele tem enigmas que não conseguimos decifrar
Não adianta questionarmos...
Há uma necessidade pura e simplesmente de juntarmos peças
De desmontarmos e montarmos quebra cabeças
Minha neblina esconde o tempo que não te vejo
Sua voz me traz á tona tudo num piscar de olhos
.
Como o tempo pode ter contigo a qualidade de parar
Independente das ausências
No dia que me sugaste com teus olhos
E me leste como livro
Eu me doei ao impossível
De ter um amor desvairado
Na sua loucura, fui aluna e aprendiz
A fêmea em mim foi treinada e formada
A mulher que me fez tornar, é apurada
Gosto de canela tenho
Gosto de fome intensa
Me tornaste...
.
Nos momentos que os gemidos colhem o som do silêncio
E a penumbra alia os corpos em êxtase
Eu me encontro no seu perdido
E me perco em teus encontros
Seu cheiro está gravado em minha memória
Perfume de identificação
Quantas lições eu ainda preciso ? Conte-me !
Eu quero aprender.

Comentários

Linda disse…
So passando para fazer uma visita e te dar os parabens pelo bom gosto do blog , esta lindo =)
bjs

Postagens mais visitadas deste blog

Domínio..

Pétalas de vida..

Balões de luz..